,

DEUS = BOA MORAL?

 
Sei que muitas vezes a nossa rejeição enquanto ateus faz com que rejeitemos toda e qualquer crença ou coisas que estejam conectadas a ela! Verdade seja dita, no Brasil, não há nada que irrite mais do que o preconceito contra o ateu e a supervalorização de Deus, sempre sendo enfatizado que “Deus = boa moral” o que sabemos que é uma falácia. Contudo, temos que observar que nesse Brasil cada vez mais evangélico a união com os “inimigos” é mais benéfica que maléfica. “Mas como assim?” você poderia pensar, e é exatamente esse o ponto de reflexão. 

No programa “Na Moral” (02/08) foi demonstrado que até mesmo praticantes de religiões afro-brasileiras igualmente sofrem bastante preconceito tendo que se esconder em centros espíritas ou em igrejas católicas para não serem chamados de “macumbeiros”! Diferente de fazer proselitismo, o que venho propor é uma visão análoga de outras forma de crença que sofrem tanto preconceito quanto os ateus. Em um Estado Laico todas as crenças e não-crenças devem ser respeitadas, mesmo que algumas sejam menores nas estatísticas que outras! A preocupação do babalorixá Ivanir dos Santos é a mesma da nossa, ele disse que pior que um Brasil evangélico é um Brasil intolerante as diferenças culturais e étnicas!
Como dizem: “o inimigo do meu inimigo é meu aliado”. Tendo em mente que o termo “inimigo” não se refere nem a pessoas, nem a grupos, mas a ideias! Ideias são perigosas! Portanto é importante sempre que criticarmos os excessos de determinados grupos pensarmos que nem todos daquele grupo comungam literalmente com o que é dito. E nós ateus, agnósticos e outros que partilham de visões diferentes temos que perceber que a laicidade está muito mais acima do que rixas teológicas. Defender o direito do outro se expressar, um outro que igualmente é minoria perante a nossa sociedade, é respeitar e valorizar o nosso próprio direito de não-crer. 
Hugo Jardel, Professor de Filosofia formado pela UFPI.
***
Olá filhos, o que acharam do texto? O Hugo Jardel poderá ganhar um coluna semanal ou mensal no Blog, espero a resposta de vocês nos comentários ou no número de likes. Espero que gostem. Hugo e o Vinte e Dois do Se é que você me entende, tentam trazer o bom hábito de leitura que muitos perderam ao entrar na Era Facebook com tirinhas e memes. Espero que gostem.

***
Críticas, elogios, xingamentos, doações, ofertas, dízimos, erros ou qualquer outra coisa é só deixar um comentário.